Bitcoin Blockchain Destaques Educação Ethereum
single-image

Wrapped Bitcoin, a versão tokenizada do Bitcoin (BTC)

O token é operado na Blockchain da Ethereum (ETH), sendo compatível com ERC-20. Isso faz ele ter a oportunidade de se integrar ao ecossistema da rede de Vitalik Buterin

 

O impacto do Bitcoin (BTC) é inegável, sendo modelo para todo um mercado que hoje é considerado como um dos mais revolucionários da história. Além disso, o criptoativo mais popular do mundo é inspiração de outras moedas virtuais, algo que é bem recorrente, já que muitos acabam por usar ferramentas do BTC. Junto a isso, não seria novidade a existência de uma outra vertente de moeda com o nome do Bitcoin, assim, o criptomercado conta com a Wrapped Bitcoin, que é a versão tokenizada do criptoativo. O token é operado na Blockchain da Ethereum (ETH), sendo compatível com ERC-20, o que faz ele ter a oportunidade de se integrar ao ecossistema da rede de Vitalik Buterin.

O Wrapped exerce um papel na rede no que diz respeito a trocas descentralizadas, serviços de empréstimo de criptografia, mercados de previsão e funções em DeFi na ERC-20, como é citado pela proposta no CoinMarketCap. Também chamado de WBTC, o token se apoia na proporção 1 por 1 do Bitcoin, que garante que seu preço seja sempre interligado ao BTC. Desta forma, seus usuários conseguem transferir liquidez entre o ativos e redes em ETH no maior viés descentralizado e autônomo possível. A tokenização do Bitcoin proporciona uma vida útil maior ao seu projeto inicial que, infelizmente, já vive uma escassez.

Mas por que o Bitcoin (BTC) precisaria se uma tokenização?

Por causa disso, podemos dizer que o Bitcoin, mesmo sendo o ativo mais popular do setor, ainda anda por um estrutura muito básica. Diferente do Ethereum, por exemplo. A rede de Buterin fornece auxílio para soluções mais complexas, também sendo o campo ideal para a criação e desenvolvimento de aplicações e finanças descentralizadas. Os Smart Contracts são essenciais no ETH, algo que não é um fator de grande predominância dentro do Bitcoin, que ainda prefere um caminho linear. Isso acontece por causa do seu impacto e por ser a moeda mais visada do setor. Sendo assim, o Wrapped ajuda o Bitcoin a integrar o mesmo em um mundo de aplicativos financeiros descentralizados. Isso acaba por proporcionar liquidez ao mundo do BTC.

Dessa forma, o WBTC é responsável por facilitar as transações, tornando o trabalho de Wallets e outros serviços muito mais acessível do que em outros complexos de tokens do setor. Por isso, dentro do conceito, ao invés de operar “nós” que são direcionados e separados entre BTC e ETH, o Wrapped entra como um agente unificar, direcionando esse processo para apenas um “nó” dentro do Ethereum, que tem mais capacidade de processamento. Por isso, o token também auxilia a rede de Vitalik Buterin em termos de velocidade, com um tempo de bloqueio de 15 segundos. Sendo assim, o Wrapped mostra ao setor que tokens podem auxiliar outros ativos, além de serem inspirações em propostas já existentes.

Leia também:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

VOCÊ PODE GOSTAR