Criptomercado Destaques News
single-image

Tailândia pode se tornar “paraíso cripto” após suavizar taxas

O governo tailândes resolveu aprovar certas medidas que facilitam o manuseio de taxas, entre outras situações que envolvem transferências com criptoativos

Após reuniões e tratativas recentes sobre o criptomercado, o Ministério Financeiro da Tailândia, “bateu o martelo” e revelou para a mídia mundial os seus planos de incentivo e expansão da atuação do setor dos criptoativos dentro de seu mercado financeiro. Um dos focos iniciais do projeto é na suavização de taxas para investidores, entre outros detalhes que ainda estão em discussão na nação asiática. Com isso, o governo tailândes resolveu aprovar certas medidas que facilitam o manuseio de taxas, entre outras situações que envolvem transferências com criptoativos, além de exceções em taxas para fundações em caráter startup. Em um anúncio recente, o governo local afirmou que transações em cripto e ativos digitais em exchanges aprovadas serão isentas de taxas selecionadas, sendo uma política de mercado que também se aplica ao CBDC do país.

O ministro das finanças, Mr. Arkhom Termpittayapaisith, e o deputado ministro das finanças, Mr. Santi Prompat, comentaram em conjunto que “esta questão permitirá que os investidores tailandeses negociem ativos digitais em uma bolsa tailandesa confiável, sendo que isto está sob a supervisão da SEC e de outras agências governamentais, permitindo que a Tailândia tenha uma futura infraestrutura de pagamento pronta para a economia digital”. O anúncio vinculado pelo governo também salienta que “a isenção de impostos para a negociação de ativos digitais ajudará os investidores em ativos digitais a se sentirem confortáveis ​​​​no desempenho de seus deveres legais, obtendo mais justiça no pagamento de impostos, incluindo ajudar os investidores a negociar ativos digitais que ocorrem nas bolsas tailandesas para serem confiáveis, seguros e dar às pessoas a opção de usar dinheiro digital no futuro”. 

Como citado anteriormente, as novas medidas favorecem investidores e empreendimentos em caráter startup de cripto, assim, é esperado que essas ações possam “reforçar o investimento interno, pois isso permitirá que a economia se expanda de forma sustentável e aumente a competitividade do país”, como afirma o governo local. De acordo com o Ministério, investir em startup nesse teor por dois anos pode garantir “quebras” de taxas por 10 anos. Essa investida recente da Tailândia mostra uma “virada de chave” no pensamento do país acerca do criptomercado, já que em 2021, o país resolveu banir NFT’s e moedas meme de circulação. Desta forma, fica bem evidente que a nação reverteu a sua ideologia financeira, mantendo sua CBDC e suavizando taxas para a entrada de novos empreendimentos de natureza cripto.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

VOCÊ PODE GOSTAR