Criptomercado Destaques News
single-image

Queda da Lira turca contribui para o aumento de criptografia no país

A Lira desvalorizou quase 40% desde setembro, por causa desse declínio, as negociações de ativos virtuais passaram da marca de um milhão

A popularidade das criptomoedas vem aumentando na Turquia, com o número de transações diárias ultrapassando um milhão, essa alta vem sendo atribuída à queda da Lira, no qual atingiu uma baixa significativa em relação ao Dólar. De acordo com um relatório da Reuters, a Lira desvalorizou quase 40% desde setembro, por causa desse declínio, as negociações de ativos virtuais passaram da marca de um milhão. 

O relatório sugere que o último aumento nas negociações cripto podem estar ligados às restrições impostas durante o ano, no qual dificultaram a conversão da Lira em ouro. Além disso, a máxima do Bitcoin (BTC) no último mês, atingindo um valor de aproximadamente US$ 69 mil, também contribuiu para esse crescimento na adoção das moedas digitais. Em síntese, os ativos mais utilizados pelos turcos são o BTC e a Stablecoin Tether (USDT). Os dados mostram que o TRY/USDT é um dos pares mais negociados, enquanto o par da moeda fiduciária com o BTC é o 12º.

Entretanto, nem todos enxergam esse crescimento como algo positivo. Esse grande volume de adesão aos ativos durante os últimos meses chamou a atenção das autoridades turcas. O Vice-Ministro de Finanças da Turquia disse em setembro que as regulamentações sobre a classe dos ativos ainda seriam introduzidas. No entanto, enquanto isso, o Banco Central proibiu o uso das criptomoedas para qualquer transação tradicional, citando-as como danos “irreparáveis” e riscos de transação. Além disso, o presidente turco, Recep Tayyip Erdoğan, disse recentemente que o país está em “guerra” com as criptomoedas.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

VOCÊ PODE GOSTAR