Criptomercado Destaques News
single-image

Principais pools de mineração de Bitcoin ainda não atuam com Taproot

Segundo dados da miningpool.observer, os pools F2pool e a Antpool retiraram transferências em P2TR de seus blocos, que são as transações em formato Taproot

A Taproot é conhecida como a mais recente atualização do Bitcoin (BTC), algo que foi muito celebrado por profissionais do setor. Porém, mesmo com essa medida de expansão, ainda não há um grande engajamento por parte de empresas do criptomercado que atuam com o criptoativo. Isso vale principalmente para duas das maiores pools de mineração de BTC, que ainda não optaram por aderir à nova medida criptográfica.

Segundo dados da miningpool.observer, os pools F2pool e a Antpool retiraram transferências em P2TR de seus blocos, que são as transações em formato Taproot. Essa decisão dos pools deve prejudicar a confirmação das operações, já que ambos dominam 35,3% da taxa de hash do BTC. A análise do portal mostra que o Taproot não entrou em blocos consecutivos, sendo todos retirados consequentemente.

Observando esses detalhes, o desenvolvedor conhecido pelo codinome @0xB10C, visualizou que esses pools podem não ter aderido à atualização de sua estrutura para proporcionar reconhecimento para novas transações de formato. “Ao olhar para os grupos que mineraram mais de 3 blocos desde a ativação Taproot, ou que incluíram um gasto de P2TR, é claro que F2Pool e AntPool provavelmente NÃO incluem gastos de P2TR”, afirmou em sua conta no Twitter.

Perda de informações

Sobre o F2pool, o profissional comentou que a atualização será um trabalho manual, porém, dados de pesquisa observados mostram que esse pool ainda perde essas transações. Essa é uma informação compartilhada pela equipe da Muun Wallet, conhecida carteira que suporta o Taproot.

O desenvolvedor citado também publicou em sua conta sobre a não atualização do software de “nós” dos pools, o que não ajuda na transição para o novo formato. De acordo com a CriptoFácil, o Taproot entrou ao ar na rede do BTC no último domingo (14/11), ocorrendo na altura do bloco 709.632. Então, fica claro que o Taproot ainda é uma medida bem recente dentro do criptomercado e que, obviamente, há apoiadores e pessoas que não possuem interesse em aderir à proposta. Como ocorrerá no ETH 2.0, só o tempo dirá qual será a opção mais consciente de atuação e, como vivemos a primeira semana da atualização, há uma tendência de que algumas empresas e pools comecem a operar desta maneira em um curto/longo prazo.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

VOCÊ PODE GOSTAR