Altcoins Educação News
single-image

Prevenção do monopólio de votação pela Decred (DCR)

O token foi feito para ajudar na governança aberta, propondo interação consistente na comunidade com políticas de financiamento sustentáveis

 

Uma das grandes características recentes do criptomercado é proporcionar uma maior união quando o assunto é decisões em protocolos futuros e votação para governança e andamento de projeto. Era normal isso ser algo mais “centralizado” nas mãos de quem opera uma rede/ativo específico e, graças às atualizações recorrentes do setor, isso já não é mais a predominância. A Decred (DCR) segue essa questão, sendo uma criptomoeda que atua para prevenir o monopólio de votação em projetos. O token foi feito para ajudar na governança aberta, propondo interação consistente na comunidade com políticas de financiamento sustentáveis.

Segundo o White Paper da solução, a Decred foi feita para seguir uma linha ideológica bem linear, com transações e alterações sendo aprovadas por sua comunidade, assim, não há holders de renome que possam “manipular” o protocolo. Mesmo que apresente grandes diferenças, o projeto foi inspirado pelo Bitcoin, já que usa fundamentos e princípios do ativo mais popular do mundo. O projeto é inovador e completamente descentralizado em termos de Blockchain, usando seus pilares para a prevenção citada anteriormente.

Mas como a solução se encaixa com os holders?

Mas, muito além disso, a Decred busca garantir a mesma parcela de poder de decisão para todos os holders que forem atuar na solução. Isso se estende para o que o ativo pensa sobre o mercado, sendo contrária à manipulação de grandes instituições em votações no protocolo, um dos pontos mais fortes e de destaque da Decred. A votação na rede é chamada de “Ticket-Holder”, garantindo que os usuários que contam com uma quantia razoável de DCR possam participar das votações futuras, além de terem papel predominante nas operações.

Por fim, outra grande qualidade da Decred é sua plataforma de votação, denominada de Politeia. Ela permite, como já citamos anteriormente, a participação de usuários dentro do contexto de votações. Dessa forma, esses indivíduos podem encaminhar propostas, além de iniciarem discussões em prol do projeto. Em linhas gerais, a Decred é um projeto montado em um sistema híbrido de consenso (Proof-of-Work + Proof-of-Stake). Essa questão de inclusão de usuários dentro de movimentos importantes no futuro do protocolo destacam a solução como única no setor.

Leia também:

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

VOCÊ PODE GOSTAR