single-image

Para ficar atento: Dólar recua e Euro pode se tornar a principal moeda do mundo 

O euro atingiu recentemente o nível mais alto ante ao dólar desde maio de 2018. A moeda europeia se fortaleceu graças ao continente ter lidado melhor com a crise do coronavírus, demonstrando sinais mais rápidos de recuperação econômica. O índice de sentimento econômico no mês de agosto foi acima do esperado. Em contrapartida, o anúncio recente do presidente do Federal Reserve (equivalente ao banco central americano) de uma nova política de inflação permitindo que juros fiquem mais baixos por um maior período e de forte impressão da moeda não foram bem recebidos pelo mercado.  

Grandes fundos de hedge apostam num salto da taxa de câmbio para US$ 1,25 por euro após as eleições americanas que acontecem final do ano. Outro grupo que aposta nesta taxa é o Goldman Sachs, um dos maiores bancos de investimentos do mundo. Se estas medidas que acabaram enfraquecendo a moeda americana foram tomadas pela administração Trump, a possível vitória do democrata Joe Biden trás ainda mais pessimismo, visto que Biden apresenta um discurso mais social e menos a favor do mercado do que seu concorrente. 

Peter Chatwell, da Mizuho International, afirma que o euro já é o “rei das moedas”. Segundo ele, a moeda pode competir e ganhar do dólar no ocidente graças a sua credibilidade e confiabilidade. Por fim, Max Kaiser, famoso apresentador e comentarista econômico, informou via Twitter no dia 31 de agosto que Warren Buffett estaria se desfazendo de seus investimentos na moeda norte-americana. Por mais que a quantia que Buffett tenha não seja absurda comparada ao mercado como um todo, ter o maior e mais influente investidor da história desacreditando da moeda é um forte sinal de preocupação. Para Kaiser, o dólar estará em forte tendencia de baixa, e isso poderá ser o principal fator para bens de reserva de valor como o ouro, prata e o bitcoin alcançarem novas máximas históricas. 

Por mais que todo esse cenário seja otimista para o mundo das Criptomoedas, uma forte queda do dólar pode ser preocupante para os traders, visto que o Tether (stablecoin pareada em dólar americano) é a moeda com mais volume de negociações do mundo, sendo a única forma de par em diversos mercados futuros. Com o enfraquecimento do dólar e a possível ascensão do euro, uma alternativa seria fazer operações no par euro. Uma stablecoin pareada na moeda europeia, como a UPPER EURO, pode ser uma boa solução para proteger seus ativos de não serem desvalorizados.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

VOCÊ PODE GOSTAR