Criptomercado Destaques News
single-image

Mulheres encontram maior liberdade no mundo cripto

Aquelas que conseguem adentrar no criptomercado, estão encorajando outras a se juntarem no metaverso

O criptomercado é um setor amplo que está crescendo cada vez mais pelo mundo. A cada minuto, mais pessoas conhecem sobre os ativos e decidem aderir a essa nova maneira de investir o dinheiro. Logo, é de se esperar que isso proporcione a todos uma oportunidade de crescer no mundo dos negócios, abrindo novas portas de empreendimento. Apesar de ser um espaço predominante masculino e isso limite o acesso das mulheres no ecossistema, aquelas que conseguem adentrar no criptomercado estão encorajando outras a se juntarem no metaverso.

De acordo com as mulheres que estão atingindo sucesso no ecossistema cripto, a chave para entrar nesse mundo é a comunidade.

“Neste grupo em particular, você encontrará uma mistura fantástica de mulheres em cargos de alto escalão que podem estar apenas entrando no espaço do Blockchain pela primeira vez, mulheres experientes, bem como aquelas em início de carreira. É um lugar valioso onde as mulheres apoiam as mulheres”, comentou a cofundadora da Alliance Block, Amber Ghaddar. 

A inclusão do gênero

Ghaddar também cita as oportunidades que as soluções Blockchain trazem ao gênero. Segundo ela, a tecnologia oferece às mulheres em particular e aos cidadãos de mercados emergentes muitas alternativas para criar ou preservar sua riqueza. Um exemplo disso são os projetos desenvolvidos no Afeganistão antes da tomada de poder pelo grupo extremista do Talibã. Uma organização sem fins lucrativos ensinou milhares de meninas e mulheres com conhecimentos básicos de informática e serviços financeiros. De acordo com o relato, quase 16 mil mulheres aprenderam a configurar uma carteira de criptomoeda e acessar fundos. Além disso, algumas mulheres começaram a negociar Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH)

Conforme destacado na notícia, esses lucros obtidos supostamente ajudaram algumas afegãs a deixar o país durante a tomada de poder pelo Talibã em agosto. Apesar disso, a líder do Metaverso no Protocolo Boson, Holly Atkinson, destacou a grande vantagem da participação feminina no DAO.

“Com DAO’s, todos têm direito a voto com base na participação. Normalmente, você não precisa compartilhar nenhum detalhe pessoal significativo para ser um membro. Isso significa que a participação como uma entidade desconhecida está habilitada, tornando muitos DAO’s inerentemente inclusivos. Este é um ótimo lugar para uma mulher começar no mundo cripto e na Web 3″.

Em suma, ainda que a presença das mulheres no criptomercado esteja limitada, existe uma comunidade emergente que está procurando se desenvolver cada vez mais para conquistar um espaço predominante no ecossistema. Segundo as especialistas, leva um tempo para encontrar mulheres e ter seu espaço, entretanto, após “ultrapassar os porteiros masculinos”, há uma grande comunidade de desenvolvedoras e investidoras.

“Acho que a criptografia tem o poder de fazer avançar radicalmente os direitos das mulheres”, disse a desenvolvedora e ativista, Maliha Abidi. 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

VOCÊ PODE GOSTAR