Criptomercado Educação
single-image

Livepeer (LPT): Pioneirismo em rede de vídeos descentralizados

Desta forma, a marca conta com o objetivo de facilitar esse processo, permitindo o envio de materiais, que serão formatados e distribuídos para os usuários e outras plataformas

Como é de praxe, muitas soluções do criptomercado acabam surgindo com grande destaque por apresentarem um teor pioneiro, que faz jus ao viés de inovação constante do setor. Um dos projetos que é caracterizado desta forma é a Livepeer (LPT), que é vista como o primeiro protocolo que trabalha com uma rede de vídeos descentralizada. Sua concepção foi pensada para propor uma alternativa viável em termos de Blockchain para serviços de transmissão que buscam atuar desta forma.

Em seu White Paper, para a Livepeer, o broadcasting é um campo de grande crescimento nos últimos anos, ainda mais com o distanciamento social e o “boom” dos podcasts. Desta forma, a marca conta com o objetivo de facilitar esse processo, permitindo o envio de materiais, que serão formatados e distribuídos para os usuários e outras plataformas.

Assim, fica bem claro que o projeto de moeda tem o grande objetivo de melhorar o mundo do broadcasting, trazendo uma nova filosofia de pensamento e atuação para esse campo, já que conta com a praticidade e agilidade do criptomercado. Isso acontece também pelo grande incentivo que a Livepeer proporciona por meio do contato direto com a gestão da rede e com os membros do projeto.

Além disso, o criptoativo busca se adaptar com as melhores tecnologias aplicadas no serviço de broadcasting, fazendo com que exista um grande poder computacional descentralizado. Esse poder será distribuído e desenvolvido para usuários da rede, assim, há maior entrada e grande impacto de atuação dentro do conceito da marca.

Pioneirismo

Por ser uma rede pioneira em seu conceito, a Livepeer se apresenta como um grande líder em seu teor, já que oportuniza diversos tipos de atuação por meio de seu trabalho consciente com seus usuários. Há uma equação clara seguida em certos processos, onde existe o consumo de conteúdo pago que equivale ao seu devido uso. Além disso, a proposta contempla outros serviços como trabalhos de vídeo social de escalonamento automático, jornalismo ao vivo incensurável e DApps que podem ser habilitados por meio de recursos em vídeo. A inserção desse tipo de proposta dentro do criptomercado é essencial para o progresso de outros campos digitais na criptografia. O broadcasting é algo já bem conhecido e antigo em nosso imaginário popular, ao unir isso com ideias do setor dos criptoativos, fica mais fácil de entender o seu impacto presente e futuro.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

VOCÊ PODE GOSTAR