Research
single-image

Gala (GALA): Nova filosofia de atuação dos jogos no setor dos criptoativos

A proposta busca introduzir uma nova maneira de se pensar criativamente os jogos em natureza criptográfica

A Gala (GALA), também denominada como Gala Games, é um projeto que foca em desenvolver “jogos em Blockchain que você realmente quer jogar”, como afirmam seus desenvolvedores. A proposta busca introduzir uma nova maneira de se pensar criativamente os jogos em natureza criptográfica, oportunizando o controle dos games e seus recursos para seus usuários.

Com esse foco no usuário, a Gala também fornece suporte para a construção de NFT’s em sua rede, propondo também um teor de governança desses jogos para quem opera dentro do ecossistema da Gala Games. Com o mecanismo de votação do projeto, chamado de Founder’s Nodes, há a oportunidade de controle de jogos e desenvolvimento/financiamento dos mesmos por parte dos usuários. Nesse caso, a Gala utiliza NFT’s em certos games, mas também opera com o token GALA em termos de utilidade.

Dentro do escopo de jogos, a rede destaca um game em suas apresentações, que é o Town Star, e uma série de tokens não-fungíveis, chamado de VOX. O planejamento de mercado da Gala é continuar o lançamento de jogos de diversas áreas para que haja uma cobertura eficiente de vários públicos-alvo. Mesmo sendo um projeto recente, oriundo de 2019, a proposta afirma ter crescido para mais de 1 milhão de usuários ativos, com mais de 20 mil NFT’s vendidas em sua rede.

Um fato bem interessante do projeto é sua denominação, não sendo vista como um “jogo único”, e sim uma gama diversa de jogos de Blockchain que colocam a “diversão em primeiro lugar e o livro-razão como pano de fundo”. Nos destaques da Gala, é bem interessante falar sobre seu conjunto de NFT’s, já que foi o tema do ano. A VOX se apresenta como um token não-fungível qualquer, sendo único e distribuído inicialmente em 8.888 unidades com o preço médio de 0,0888 ETH. 

O futuro da GALA

A ideia é que, no futuro, a GALA seja “bloqueada” para gerar VOXcoin ao jogador que utiliza avatares da VOX. Como citado anteriormente, o grande foco é na continuidade de desenvolvimento de jogos para os próximos anos, seguindo as regras e ideias que a Gala busca imprimir no setor dos criptoativos. Por isso, o projeto desenvolveu um olhar bem eficiente dentro do setor, colocando em prática um componente diferenciado no mundo dos games digitais, que é olhar, analisar e modificar detalhes de acordo com o feedback de sua comunidade.

Esse é um compromisso constante, já que a Gala costuma utilizar todas as opiniões relevantes para que haja um crescimento do projeto, com o contato sendo feito pelo Discord. Assim, o projeto fornece um patamar parecido em termos de moldes, direção e design dos jogos desenvolvidos e que serão criados na rede. Por fim, nesse conceito, os usuários da Gala podem executar “nós” como forma de suporte.

A diferença na questão dos “nós”, é que a Gala gera em troca recompensas como a GALA, NFT’s em edição limitada e outros benefícios exclusivos, algo evidentemente único dentro do setor dos criptoativos. Ainda no quesito diferencial, a proposta conta com um ecossistema de “nós” em um sistema triplo, com oportunidade de operar em Proof-of-Work (PoW), Proof-of-Stake (PoS) e em Proof-of-Storage (outro grande diferencial).

Nesse conceito, o PoW é chamado de Founder’s Nodes, como comentado anteriormente, atuando em Nível 1 para 50 mil NFT’s completos. No PoS, os “nós” são pagos para operar em jogos específicos e pré-selecionados em um modelo chamado pelo White Paper da proposta como “estrutura de aluguel do contrato inteligente”. Por fim, quando falamos de Storage, os “nós” são gratuitos e permitem que os games possam ser hospedados no ecossistema triplo, retirando a dependência de soluções de hospedagem centralizadas, como é defendido por seus desenvolvedores.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

VOCÊ PODE GOSTAR