single-image

Conheça a PointPay, startup que promete ser um banco de criptomoedas

A PointPay é uma empresa de blockchain atuante no mercado desde 2018, possuindo clientes em mais de 200 países. Em 2019 a companhia recebeu o prêmio de melhor startup do ramo na conferência Blockchain Life Awards.

A empresa desenvolveu diversos produtos funcionais e interligados em seu ecossistema, sendo o principal deles o Crypto-Bank. Através desse produto, a PointPay criou o primeiro banco com tecnologia blockchain no mundo. Seus usuários podem criar contas corrente e poupança das principais criptomoedas do mundo, como Bitcoin, Ethereum, Bitcoin Cash, Litecoin, Ripple e etc. Além dessas moedas, a plataforma possui stablecoins pareadas em dólar e no ouro. 

Os clientes que depositam seus ativos no banco podem receber rendimentos pelos mesmos, como uma poupança num banco tradicional. Cada moeda possui uma taxa de rendimento específica, mas todas garantem uma porcentagem que as colocam como um ótimo investimento fixo. Ademais, é possível utilizar um cartão de débito com o valor das suas criptomoedas depositadas, com a bandeira Visa.

Além disso, a PointPay inova ao oferecer uma linha de empréstimos para as 10 principais criptomoedas do mercado, a uma taxa de juros acessível. 

Banco e exchange no mesmo lugar

Por possuir um grande ecossistema, a PointPay pode funcionar como um banco e como uma exchange de criptomoedas para os seus clientes ao mesmo tempo. Com o aplicativo da startup é possível comprar e vender criptoativos na cotação atual de maneira fácil e rápida, com ordens limit e a mercado, enviar valores para outras contas da plataforma e armazenar os ativos em uma wallet. 

Por fim, a PointPay oferece a Crypto School, plataforma com mais de 20 tutoriais criados para as pessoas poderem tirar suas dúvidas e iniciarem suas operações de forma clara e segura.

Token PXP

Além de todos os projetos do ecossistema, a PointPay desenvolveu o token PXP. Usuários da plataforma que comprarem o token podem usufruir de descontos no empréstimo de criptomoedas, descontos nas taxas de transação dentro da plataforma e um rendimento acima das demais na poupança do Crypto-Bank, podendo gerar até 30% de lucro para os detentores do ativo.  

A PointPay pretende ainda este ano listar o PXP para negociação nas principais exchanges do mundo. Por fim, a PointPay já conta com um canal oficial no Brasil, através do Telegram.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

VOCÊ PODE GOSTAR