News
single-image

Caso Ripple x SEC faz número de baleias diminuírem

O número de baleias contendo XRP diminuiu 8% desde que a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) decidiu processar a empresa Ripple Labs,criadora do token. O termo “baleias”, é popularmente utilizado para as carteiras que detém mais de 1 milhão de unidades da criptomoeda.

Nem mesmo a alta do Bitcoin e das demais altcoins animou o mercado em relação ao XRP. O token até conseguiu crescer 7% na última semana, mas performou um desempenho muito abaixo do mercado. O ativo caiu mais de 60% nas últimas 3 semanas.

Com isso, seria normal grandes investidores da criptomoeda buscarem soluções para não verem seu patrimônio desvalorizar ainda mais. Segundo o site CoinMetrics, mais de 140 carteiras deixaram de deter a quantidade de 1 milhão de XRP.

Porque monitorar as baleias é importante?

As baleias são os grandes players e instituições do mercado. Quando um grande investidor decide despejar ordens de venda, é natural o preço da moeda cair. Assim como quando ele deseja comprar grandes quantidades de um ativo, seu preço por consequência irá subir.

Pode ser de grande valor para um trader ou investidor saber os movimentos das baleias para tomar decisões. Por isso existem canais no Twitter e Telegram como o @Whale_alert que monitoram grandes quantidades de criptomoedas que entram e saem das exchanges.

Recentemente, uma baleia moveu de sua carteira pessoal mais de 20 milhões de unidades de XRP para a exchange Bittrex, um claro sinal de intenção de venda.

Quando ordens desse tamanho são movidas para as corretoras, significa que as baleias desejam vender as criptomoedas ou trocá-las por outro ativo. Com isso, a probabilidade do preço cair aumenta. Por outro lado, quando grandes quantidades de moedas saem das exchanges e vão para as carteiras pessoais, existe maior chance do preço da moeda subir.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

VOCÊ PODE GOSTAR