Bitcoin Criptomercado Destaques News
single-image

Bitcoin vê seu preço cair após chegar na marca de US$ 50 mil

O Bitcoin (BTC) viveu momentos bem interessantes no ano de 2021, com alternâncias tanto para baixo como para cima. No portal O Monetário, realizamos a cobertura completa do criptoativo mais popular do planeta em um ano que com certeza ficará para a história. Como o mercado é muito volátil e segue tendências e variações por causa de fatores internos e externos, não é novidade observar o BTC subindo e descendo, porém, às vezes o preço pode assustar. Nesta semana, o ativo de Satoshi Nakamoto experimentou mais uma queda após ultrapassar o valor de US$ 50 mil, levando consigo outros criptoativos. Essa é uma tendência bem evidente, já que o ativo rege muitas regras dentro do criptomercado.

De acordo com índices de mercado e com veículos jornalísticos como a CriptoFácil, o Bitcoin iniciou a semana no valor de US$ 48.562,00. O valor foi observado na manhã do dia 13/12 às 10h. Com isso, a queda chegou a ser de 1,95% em 24 horas e, pelo que tudo indica, o ativo continuará caindo no dia de hoje.

No exato momento da realização desta matéria, o BTC se encontra no valor de US$ 47.113,83 (período da tarde do dia 13/12). Assim, fica bem claro que a queda não é algo estratosférico ou preocupante, já que segue uma tendência negativa de valores bem curtos, contrariando o que aconteceu com o ativo no começo do ano. De certa forma, mesmo que não seja algo absurdo na saúde do ativo, é importante observar suas movimentações nesta semana.

Influência direta em outros ativos

Como citamos anteriormente, a queda do BTC nesta semana também levou consigo uma gama relevante de criptoativos. O Ethereum (ETH) chegou a registrar uma queda de 1,14%, chegando ao preço de US$ 3.989,97. A Binance Coin (BNB), Solana (SOL), Cardano (ADA), Polkadot (DOT) e a Avalanche (AVAX) também caíram, registrando quedas relativamente altas, chegando a quase 4% em alguns casos. Das moedas mais relevantes do setor atualmente, a que se destacou positivamente foi a Shiba Inu (SHIB), que cresceu cerca de 0,47% na manhã de segunda-feira (13/12). Atualmente, o criptoativo se encontra em US$ 0.00003398. Em resumo, o Bitcoin ainda representa grande impacto dentro do criptomercado, ditando regras e mostrando que há sim uma tendência de queda e alta tanto em sua natureza, como na de ativos com valorização semelhante.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

VOCÊ PODE GOSTAR