Análise de Mercado Research
single-image

Análise de Mercado – 30/08/2021

Fala pessoal, tudo bem com vocês? Eu me chamo Hugo Silva, sou Trader profissional especialista em Análise Gráfica e hoje trago para o portal d’O Monetário um panorama do Bitcoin (BTC), criptoativo mais conhecido e badalado do mercado. Como sabemos, o BTC chegou ao tão sonhado patamar dos US$ 50.000,00, valor muito esperado por investidores que não se desfizeram de suas posições na queda do criptoativo e também por aqueles que efetuaram compras na região dos US$ 30.000,00 até US$ 40.000,00.

Mas a pergunta de agora é a seguinte: O BTC vai continuar subindo ou ainda poderá cair drasticamente? Essa resposta depende de vários fatores, é claro, mas vou tentar simplificar um pouco com base na Análise Gráfica pura, conhecida também como Price Action.

Se pegarmos a amplitude do topo histórico e do último fundo relevante (aquele na região de US$ 28.000,00 até US$ 30.000,00), teremos uma amplitude significativa, correto? Com base nisso, podemos dividir essa amplitude em três partes: topo, fundo e 50% desse movimento. Ao observar o momento atual do preço, percebemos que superamos 50% dessa amplitude e, com isso, podemos utilizar uma ferramenta bem importante para nos auxiliar com os próximos passos dessa movimentação. 

Ela se chama retração de Fibonacci, nos oportunizando algumas métricas de retração que Traders e investidores do mundo todo utilizam em suas análises. Resumidamente, a retração de Fibonacci nos dará três métricas importantes: 0.382, 0.5 e 0.618, sendo a 0.5 o 50% do movimento que mencionamos logo acima. A métrica 0.618 seria o melhor ponto de entrada em nossas operações, mas observe que ela está de cima para baixo, marcando o melhor ponto de venda. A influência dessa métrica pode ocasionar em uma retração/correção de movimento e isso pode estar acontecendo nesse momento.

E até que valor o BTC poderá cair? Bom, já utilizamos as métricas da Fibonacci para saber o motivo dessa estagnação do Bitcoin abaixo dos US$ 50.000,00, então vamos utilizá-las para ver quais os melhores pontos de retração dessa possível nova queda?

Como no gráfico anterior, identifiquei uma amplitude e posicionei as métricas de Fibonacci. Observem as possíveis zonas de retração em US$ 45.400,00 e US$ 42.300,00. Essas são regiões importantes no gráfico e contam com sua base na retração de Fibonacci. 

Para saber qual será o próximo alvo de compra, utilizaremos outra ferramenta baseada em Fibonacci, que é denominada de Expansão de Fibonacci. Como podemos observar, nosso próximo alvo seria na região dos US$ 54.400,00.

E por hoje é só pessoal! Lembrando que isso é um estudo especulativo e não tem o intuito de dizer onde entrar ou sair. Lembrem-se sempre de fazer um bom gerenciamento de risco e não cair em ganância ou esperança. Nos vemos na próxima semana!

(Não orientamos a compra de ativos, apenas apresentamos um cenário de probabilidades de mercado.)

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

VOCÊ PODE GOSTAR